15 anos da Escola Municipal de Teatro Gregorio de Mattos Guerra

O Teatro está em festa! A Escola Municipal de Teatro Gregório de Mattos Guerra completa 15 anos de existência no mês de Junho de 2020. Para comemorar a data, organizamos uma programação especial que acontecerá durante todo o mês na página do instagram da escola. Ao longo desses dias, a história da escola será contada por meio de fotos, vídeos, depoimentos e outros registros. Também teremos sorteios de prêmios e disponibilização de conteúdos inéditos. Acompanhe a Escola de Teatro pelas redes sociais e fique por dentro da programação! Conheça um pouco da trajetória. O surgimento e a trajetória da E.M. de Teatro Gregório de Matos Guerra estão intimamente ligados à história do próprio movimento teatral em Muriaé. No início da década de 80, o Teatro Gregório de Mattos Guerra foi inaugurado como “Centro Cultural Gregório de Mattos Guerra”, com a estréia do espetáculo “Boca do Inferno”, do “Grupo Chão de Minas”. Mas, foi somente em 2005, que o teatro passou a abrigar a Escola Municipal de Teatro, recebendo a mesma denominação. Sua inauguração aconteceu no dia 25 de junho de 2005 e contou com a apresentação de um grupo experimental de teatro, coordenado por Bruno Bennec, jovem muriaeense, que já utilizava as dependências do Teatro para ensaios, com a adaptação de textos de Augusto dos Anjos e do poeta muriaeense José Márcio. À frente da E.M. de Teatro, Bruno Bennec formou a primeira turma, no ano de 2007, e apresentou espetáculos como “O Gato Malhado e a Andorinha Sinhá” e “Sítio do Pica Pau”, entre outras produções, como o Festival de Esquetes. Reintegrada ao contexto cultural da cidade por meio de sua sede própria, anexa à biblioteca, a E.M. de Teatro passou por diversas reorganizações curriculares até a efetivação do professor Elielson Rodrigues no ano de 2016. As contribuições deste profissional no quadro efetivo da escola, a partir deste ano, foram, portanto, fundamentais para a consolidação das diretrizes pedagógicas, da própria visão de futuro da escola, como também da consolidação do Programa Educativo do Teatro Municipal Belmira Vilas Boas. A E.M. de Teatro está situada em um local privilegiado, de fácil acesso, próxima à Praça Coronel Pacheco de Medeiros, cujo conjunto arquitetônico e paisagístico é composto por várias edificações de grande relevância cultural, como o Memorial Municipal – Museu e Arquivo Histórico Municipal, a Escola Estadual Silveira Brum, a Escola São Paulo, além do Teatro Municipal Belmira Vilas Boas. Na atual administração do Prefeito Ioannis Konstantinos Grammatikopoulos (Grego), a escola conta com uma equipe dedicada, formada por Flávia Neves (Diretora da Fundarte), Magda Castellano (Coordenadora pedagógica das Escolas de Artes), Thais de Jesus (Coordenadora da Escola de Teatro) e Elielson Rodrigues (atual professor).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *