Niver da poderosa

Anna Wintour comemora hoje 70 anos de vida a pleno vapor e sem qualquer plano de aposentadoria. Como se deve, aliás: seu olhar valiosíssimo para a indústria, e sempre tão em sintonia com o que acontece no mundo, é imprescindível. A pessoa que não cansa de figurar entre as mais influentes da moda segundo a Times é tão pop que é reconhecível mesmo de costas, e até por quem não é tão ligado assim em fashionismos. Segundo ela:
Ser famoso nos dias de hoje sem qualquer base ou substância não é especialmente difícil. Eu te imploro que, ao invés disso, procure ser relevante, ágil e educado.

Wintour dita moda para o mundo inteiro. Mas o que você vai reparar se prestar atenção em seu próprio estilo pessoal é que a editora chefe da Vogue americana e diretora artística da Condé Nast prima por consistência e rotina. Seu corte de cabelo é o mesmo há décadas. É impossível pensar em Anna Wintour sem visualizar imediatamente seu corte de cabelo, sempre imutável.

Os sapatos que ela usa são sempre os mesmos. Você poderia imaginar que Anna Wintour, sendo quem é, tem um closet de sapatos imbatível. A editora, porém, só faz questão de usar um mesmo modelo, assinado pelo amigo Manolo Blahnik, e sempre em tom nude. Segundo ele, o par foi adaptado de um outro modelo de sua marca em 1994 especialmente para Wintour, e desde então ela vem usando a mesma sandália. Seus óculos escuros também são constantes, ela raramente é vista sem eles, “são incrivelmente úteis, pois as pessoas não conseguem ver o que você está pensando. Eles me ajudam quando estou me sentindo cansada ou com sono… E talvez eles tenham virado uma muleta de quem eu sou“, contou ela.

Seus looks passam longe da monotonia.Em seu guarda-roupa não há espaço para o preto e sim para as estampas, que assumem a função de curinga de um closet – e pode ser Prada, Balenciaga, Oscar de la Renta. Ele pode ser misturada com outra padronagem ou colorir um look inteiro – se for combinada a texturas, melhor ainda. A única regra? Que não seja preto.
Quem acompanha Anna Wintour já reparou que ela nunca usa bolsas. O que até algum tempo atrás era considerado faux-pas hoje foi legitimado por Wintour: a editora sempre carrega o celular na mão.
Amiga íntima e de longa data de Karl Lagerfeld, Anna Wintour é fã ardorosa das criações do kaiser, que a vestiu em todos os momentos mais importantes de sua carreira – como os tapetes vermelhos do gala do Met e o dia em que ela recebeu o título de Dama Comandante, das mãos da Rainha Elizabeth.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *