Olhar Refletido

Desejo de criar espaços prováveis do sonho. Da Fantasia. Da compreensão de nós mesmos e do outro. Todas as fragilidades que encontramos no espaço da vida tento deixar transparecer no espaço da Pintura. Fragilidade que entendo como algo extremamente positivo, pois pra mim a Pintura só é boa no momento em que consigo detectar suas fragilidades. Isto é, aquela que permite ao espectador perceber potencialidades e possibilidades que não se realizam. Ele olha para o quadro e pensa: aqui se poderia ter feito isso, ou ainda: está muito saturado, poderia ser um pouco menos, e ainda, aqui está faltando, está lambido, se poderia ter trabalhado mais.” Assim fala Fernando Pacheco, o pintor mineiro, natural de São João del-Rei, residente em Belo Horizonte, que está completando 50 anos de carreira. O artista tem painéis permanentes no Aeroporto Internacional de Belo Horizonte em Confins/MG, no Ministério do Trabalho / BH-MG, na Secretaria de Estado do Turismo/MG, na Imprensa Oficial do Estado de Minas Gerais, na Casa Fiat de Cultura, dentre outros. Sua obra está representada em diversos e importantes acervos do Brasil e do exterior, como da Fundación AlbénizEscuela Superior de Música Reina Sofia / Espanha, e do Ministério da Cultura da China.

Uma ideia sobre “Olhar Refletido

  1. Pingback: Arte na Praça! | Evaldo Calcagno

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *